14 de abr de 2010

Fora de Série - Glee

Antes de tudo, peço desculpas pela ausência nessas duas últimas semanas. Eu não estava viajando, não estava doente, não estava atolada com coisas da faculdade (deveria, mas não estava), simplesmente não fazia idéia de sobre o que escrever.

Nos últimos dois ou três dias eu baixei os primeiros episódios de Glee, highly recommended por vários amigos que curtem as mesmas séries que eu (Skins, Law and Order SVU, House, etc). Comecei a assistir domingo (apenas ao primeiro episódio) e segunda alcancei o episódio 4 ou 5, não estou bem certa. Verdade seja dita: fiquei decepcionada.
Eu sempre tive uma imagem de mim mesma como alguém pró-musicais, mas dos poucos que eu vi – nesse caso estou falando de filmes -, só gostei de Chicago. “Ah! Mas e Moulin Rouge? E Hair?!”. Achei fracos. Digo, a idéia de ambos é muito boa, mas na hora de executados como musical, perdem muitos pontos.

No caso de Moulin Rouge, o fato de pegarem músicas tão conhecidas deveria ser um ponto a favor, que criasse uma identificação com o público; mas quando mudam o arranjo, fica um certo estranhamento; não que estranhamento seja sempre ruim, o arranjo adotado poderia ser melhor que o clássico, resolveria o problema do filme. Não foi esse o caso.

Em Hair o problema foi outro. Eles exageraram na dose, a cada 2 minutos as personagens começavam a cantar, e sem ser uma cena que realmente se encaixasse com pessoas dançando e pulando e cantando e hippies saindo do meio do arbusto.

No caso de Glee, na verdade, eu não acho que o problema seja a música. Os arranjos são praticamente idênticos aos originais, poucas músicas são desconhecidas (por mim, cada um com a sua bagagem musical). Também não acho que as cenas musicais sejam exageradas ou fora de contexto, até porque o tema da série facilita a constante exibição de pessoas dançantes. O que deixa a desejar é a coreografia. A única de que eu realmente gostei foi a dos jogadores de futebol americano dançando Single Ladies.

Outra questão é um dos protagonistas. Não gostei dele. É muito alto, parece uma parede tentando dançar. Dá vontade de virar pra ele e dizer: querido, desiste, dançar não é pra ti... E tu é feio, encare os fatos.

Deixando de lado a parte musical – o que é meio difícil, já que essa é a proposta da série – a análise não melhora muito. As personagens que se salvam são a conselheira maníaca por limpeza (Emma?), a treinadora (mais macho que muito homem) das animadoras de torcida – que na verdade se salva por pouco, uma personalidade como a dela podia fazer piadas muito melhores – e o guri gay que salva as bolsas de marca antes de ser jogado no lixão do colégio – acho digno. O pegador de moicano também tem futuro, mas, até onde eu vi, ele não recebeu muito espaço.

Eu ia entregar o prêmio Talissa Dourada, fiquei meio em dúvida entre a professora neurótica e o pederasta (o que a gente não faz pra não repetir palavra, não é mesmo?), mas sinceramente, acho que nenhum deles mereceu ainda. Por isso resolvi entregar o Prêmio Abacaxi, que seleciona os piores dos piores. Acho que até os biggest fãs de Glee vão concordar comigo nesse caso: o Prêmio Pineapple vai para a boyband do professor Will Schuester, a Acafellas. Meu Deus, eles são muito ruins.

25 comentários:

Ítalo Richard disse...

Ouvi muito falatório sobre esse seriado, muitos dizem que é ótimo até fazem divulgação via orkut, com fotos, videos, etc, etc...E isso me dá um pouco de apreensão, já que se cria uma expectativa gigantesca, com esse post fiquei mais tranquilo. Ainda não assisti a nenhum episódio, mas pretendo, até para tirar minhas próprias conclusões.

Abraço!

www.todososouvidos.blogspot.com

14 de abril de 2010 21:53
Rafaa. Corrales disse...

GLEE é perfeito! vale mto a pena!

15 de abril de 2010 00:26
Dicas disse...

Adoro House, mas nunca vi essa série. Gostei. Valeu a dica!

15 de abril de 2010 00:31
Hysteria Project disse...

não curto muito séries não...
mas tão falando muito bem de GLEE, vou ver^^

15 de abril de 2010 00:47
Bikelando disse...

Minha irmã é fã de Glee mas eu nunca assisti. Agora eu fiquei com uma pulga atrás da orelha, porque você é a primeira pessoa que ouço falando mal da série. Vou ter que assistir pra poder dizer se concordo ou não contigo, mas gostei do modo como retratou as personagens, pode deixar qeu vou reparar MUITO quando assistir a série.

15 de abril de 2010 00:53
Lenivaldo Silva disse...

kkkkkkkkkk
De uma coisa eu tenho certeza, esse tal de " Hysteria Project" não leu o post não...
"tão falando muito bem de GLEE", em que parte???
kkkk
Olha, já vim aqui antes
O blog tá show... Até por que ele me lembra muito o meu... O Layout.
abração

15 de abril de 2010 00:55
MR disse...

Adoro series, mas gosto de assistir a temporada toda de uma vez... então ainda não tive tempo de assistir essa!

15 de abril de 2010 08:27
CM Tricoloko disse...

muita gente fala desse seriado
:S

jogadores de futebol americano dancando single ladies
/euri

15 de abril de 2010 10:14
www.gorunaway.blogspot.com disse...

Glee é perfeito, foi lindo o episódio que eles cantaram imagine do Jonh Lennon s2s2

15 de abril de 2010 10:34
Bárbara disse...

eu simplesmente AMO GLEE! É PERFEITO DEMAIS!!!!!!!!!

15 de abril de 2010 10:42
Luiz Brisa disse...

ja vi alguns epi d Glee ate q vale apena ve
acho q vo ver os q eu perdi
vlw

sigindo
se puder segue e comenta
http://vagalnerdkawai.blogspot.com/

15 de abril de 2010 10:48
Arash Gitzcam disse...

N curto séries.

15 de abril de 2010 11:05
Vítor engel disse...

Uma das melhores séries que já foram feita na história.

15 de abril de 2010 11:17
Elton Max JG disse...

Eu gostei de Glee , mas as vezes enche o saco , tudo tem que cantar e dançar !!

15 de abril de 2010 11:44
Guilherme Lombardi disse...

bom pelo menos é melhor que aquele high school da disney

15 de abril de 2010 14:01
Sharisflips disse...

sinceramente?
tosco.

15 de abril de 2010 14:21
kbritovb disse...

eu gostei de Glee to acompanhando
e li lá no comecinho tb Skins
primeira e segunda temporada de Skins são sensacionais

15 de abril de 2010 18:36
Jeh Pagliai disse...

Já ouvi muito sobre essa série, mas sinceramente, num me chamou a atenção.
Tipo Gossip Girls que estou para assistir faz um tempão...rs

Beijinhos

---
www.jehjeh.com

15 de abril de 2010 19:11
talissa disse...

valeu, pessoas ;D
como eu disse, ainda não assisti a primeira temporada inteira, pode ser que eu venha a mudar de opinião ao longo da série. Essa foi a primeira impressão de alguém que tinha altas expectativas em relação a Glee

15 de abril de 2010 19:17
talissa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lis disse...

Teu texto eh mais elaborado que a serie.. parabens!

16 de abril de 2010 23:24
Just Luana XP disse...

ô meeooo... eu gosto de Glee! Se tu não gosta do protagonista dançando pq eh mto alto... Tipo eu sou alta e danço... e daí eu fico chateada por uma razão pessoal! O que eu gosto em Glee é que nem todos são barbies! E eu acho que o gay aquele merece uma estatueta da Talissa dourada! Mas as coreografias suck mesmo... não há o q discutir sobre esse aspecto! :D
Continua arrasando mona!
bjo

18 de abril de 2010 23:47
Pedro Guilherme disse...

O Blog contua mto boa, com pautas mto interessantes. Nunca assisti essa série, mas pelo que a crítica fala, deve ser bem legal!
Abraço

19 de abril de 2010 12:16
Mister Neurotic disse...

Eu ainda não vi esta série e não quero ver. Não gosto de musicais, sempre acho chato. Não é certo usar o termo pederasta para designar todos os gays em geral ok? Ontem um garoto mandou-me algumas músicas desse Glee em meu msn, disse que é parecido com High School Musical, que eu detesto heh

21 de abril de 2010 21:10
talissa disse...

PEDERASTA, s.m. Homossexual masculino

vide Minidicionário da Língua Portuguesa Silveira Bueno

a única forma de tu pensar que pederasta não se encaixa pra gay, é pensar em mulher gay, mas no texto eu to falando de um guri. Não entendi o problema ._.

22 de abril de 2010 15:12