10 de abr de 2010

Cenozóica - Chuck Berry

Quando falamos de Rock n’ Roll logo nos lembramos de The Doors, The Beatles. Porém, nenhuma banda destas existiria se não fosse pelo cara que é tido como o “pai do rock”.

Embora haja muita discussão sobre quem inventou o rock, uma das primeiras gravações de Chuck Berry "Maybellene" apresentava o formato Rock n’ Roll, combinando blues com música country e diferentes solos de guitarra. Junto com Johnnie Jonhson (piano), Willie Dixon (baixo) e Fred Below (bateria) Berry parece ter definido a formação tradicional de uma banda de rock.

Com sucessos como "Roll Over Beethoven", "Sweet Little Sixteen", "Route 66", "Memphis, Tennessee", "Johnny B. Goode", Chuck acabou conquistando uma legião de fãs.

Entretanto a carreira de Chuck Berry sofreu um revés em 1959, quando ele convidou uma índia de 14 anos que havia conhecido no México para trabalhar em seu clube noturno em St. Louis. A garota acabou sendo pega pela polícia, assim como Berry, que foi acusado de entrar no país com uma menor com propósitos sexuais. Ele foi condenado a cinco anos de prisão e multado em cinco mil dólares.

Chuck foi solto em 1963, mas seus dias de glória ficaram no passado. Mesmo assim ele ainda obteve sucessos com "You never can tell" e "No particular no place to go". Ainda na década de 60, Chuck gravou uma coletânea de todos os seus sucessos. A partir de então, Chuck Berry praticamente não lançou músicas novas, preferindo viver do sucesso que suas canções antigas tinham junto ao público.

Como exemplo de sua influência profunda de Chuck Berry, fica a frase dita por Keith Richards quando premiou Berry no Hall da Fama: "É difícil pra mim apresentar Chuck Berry, porque eu copiei todos os acordes que ele já tocou!"

Recentemente Chuck Berry esteve no Brasil em turnê: em junho de 2008, realizou shows nas cidades de Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre, e em agosto de 2009 em São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte e Fortaleza.



15 comentários:

Guga Fernandes disse...

Olha, sempre haverá a controvérsia quanto ao "criador" de algo, mas sem dúvida Chuck Berry é um ícone mágico na história do bom e velhor rock!

Bem legal!

10 de abril de 2010 00:18
AlehChipolechi disse...

confesso que nunca escutei Chuck Berry, mas sobre ser o criador é sempre dificil dizer quem foi.
Enfim, agora bateu curiosidade vou pesquisar sobre ele :D

10 de abril de 2010 00:28
Kim disse...

Realmente sempre vai ter uma discordancia sobre quem foi criador de tal estilo de música.

Mas se tratando de Música sempre é bom debater...

Parabéns pelo blog!

10 de abril de 2010 01:20
Afonso Júnior disse...

CAra, parabéns pelo blog!
Demais!
Vou voltar mais vezes!
Abração!
JR

10 de abril de 2010 12:37
Macaco Pipi disse...

bem boas!!!

10 de abril de 2010 12:38
Larissa Oliveira ;& disse...

Concordo plenamente;;;

:D

Meu Namo que curte mais esse negócio de ROck. =P

10 de abril de 2010 12:38
Edimar Blazina disse...

Não me importo com a paternidade do ritmo, mas com a revolução que causou...

10 de abril de 2010 13:04
Deane disse...

Bem, também não conhecia Chuck Berry, assim como a maioria dos compositores que fazem grandes composições e ficam ali escondidos e sem reconhecimento; eu também nem ouvi falar da estada dele no Brasil... e olha q sobre músicas tenho andando bastante ligada.. rs

10 de abril de 2010 13:20
Fernanda Maria disse...

adoooro ouvir as musicas dele...que saudades...gosto muito dele das musicas o cara é boom demais

10 de abril de 2010 13:21
Thamyzinha Iwasaki disse...

novamente vejo aqui um pouco de um estilo musical que n conheço, mais é bom conheser, vou procurar mais pra entender um pouco melhor

vlw^_^
xau

10 de abril de 2010 14:30
Dan Pessôa disse...

É estranho como os grandes gênios da música e da cultura em geral são instáveis, e fazem coisas que não deveria, principalmente por serem figuras públicas.

Chuck Berry teve a imagem manchada. Porém, influenciou e influencia a música até os dias de hoje.

10 de abril de 2010 21:59
ALIMAC disse...

Chuck Berry é o verdadeiro pai do rock n' roll!

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

12 de abril de 2010 10:53
Barney Gumble disse...

Um dos. Difícil dizer quem foi o inventor. É difícil dizer o QUE É rock para dizer quem inventou. Mas tem mérito o titio. Abs.

12 de abril de 2010 14:42
Pobre esponja disse...

Muito bom...
A parte triste é essa, de parar de lançar música uma hora, viver do passado. Contudo, o dele é tão glorioso que acaba sendo justo.
Todo ser humano que escute uma banda que saiu anteontem, e ache que ela che guevarizou alguma parada, deveria escutar os clássicos do Rock, até chegar nos primeiros desbravadores, como Berry.

abç
Pobre Esponja

14 de abril de 2010 11:32
30 e poucos anos. disse...

Chuck é chuck ... é o Deus, o principal, é o cara

15 de abril de 2010 12:32