9 de abr de 2010

Rock Talk - Lucille e Todos Nós


Fui assessora de imprensa da última turnê de B.B. King e posso dizer que trabalhar com o Rei do Blues foi uma experiência única. Algo que levarei com carinho até meus últimos dias de vida.

Bom... B.B. King é “o cara”! Sei que essa expressão nada original deve remeter logo a alguém bêbado com o braço enrolado no pescoço de um amigo gritando isso aos quatro ventos, mas dessa vez, não tem jeito. “O cara” é a única frase que pode, pelo menos, se equiparar ao que B.B. King representa. Ele é o “cara” que nossos ídolos sonhavam ser, ver e ouvir. “O cara” com quem “caras” como Eric Clapton tocaram e John Lennon sonhavam em tocar.

No palco, B.B. ainda tem domínio sobre o público e uma voz impecável. Mas sem querer ser uma feminista chata, pessoalmente, o que mais me admirou em Mr. King foi ver de perto o respeito com que ele trata as pessoas e em especial, as mulheres. Ele diz gostar de nós em todos os shows que faz, mas com uma coerência improvável e não correspondente aos homens que geralmente dizem isso, não trata nenhuma mulher com indiferença...Nem homem, na verdade. Beija e deixa-se ser beijado por absolutamente todos que se aproximam.

B.B. é praticamente um rapper inverso (e isso inclui o fato de ter muito dinheiro e não ostentar nada em momento algum, muito pelo contrário). Além disso, o espetáculo dele consegue ser de um minimalismo grandioso. Pois é! B.B. King faz o impossível acontecer diante de nossos olhos.

Agora que conheci a lenda vida do blues pelos bastidores, o admiro muito, mas também admiro a equipe que trabalha com ele. O segurança John, por exemplo, tem uma tatuagem de sua mãe no braço e queria voltar para casa e cuidar dos girassóis que seus netos haviam lhe dado. A delicadeza é real e absolutamente ninguém ali se esquece de onde veio. Talvez a magia duradoura esteja nesta essência.



Na coletiva de imprensa foi quando abracei B.B. pela primeira vez. Antes de tirarmos uma foto juntos, ele me disse: “Abrace-me como se você gostasse muito de mim!”. Então o abracei. E por meio de mais uma antítese, ele nunca fez ideia do quanto realmente gostei dele.

Grande Lucille! Agora sei como ela não cansa de acompanhar B.B. há tantos anos...

10 comentários:

Humor do NeToO disse...

qual estilo de música dele, blues? já ouvi falar dele, uma verdadeira lenda.
uma coisa que vi em outro blog e ficaria legal aki tb ja que o site se trata de música. colocar um player com alguma música da banda ou cantor, ficaria legal. quem quizer escutar clica em play. fica a dica. vou procurar algumas musicas do b.b. king to seguindo. abrass

9 de abril de 2010 10:16
Limao =] disse...

sinceramente nunca ouvi ele tocar + se voce disse que pessoas como Eric clapton e Jhon Lennon sonhavam em tocar junto ele so pode ser "o Cara" mesmo =D

9 de abril de 2010 10:47
Alexandre Terra disse...

mt legal o artigo..B.B. King é um mito, e olha q nem curto blues, mas é um grande guitarrista, tem como fãs outros idolos da guitarra como o proprio Eric Clapton! mt bom mostrar alguem q faz musica de qualidade a tanto tempo para a garotada q so curte modinha hj em dia!

abraços!

9 de abril de 2010 10:55
Brunão MOV. RSJ disse...

Ja ouvi falar dele, mas na verdade se algum dia ouvi uma musica dele não saberia que era. Pelo que você disse, ele deve ser muito simpático e humilde, não apenas fazendo média com seu público, mas por fazer parte de sua personalidade mesmo. Ótimo texto, bem escrito.

Visite meu blog: http://brunaorsj.blogspot.com

9 de abril de 2010 10:58
Thamyzinha Iwasaki disse...

n conhecia ele, mais depois de sua postagem tenho curiosidade de procura algo na net pra ver, ele deve ter cido realmente "o cara".
bem postagem muito bem escrita.
parabens

9 de abril de 2010 13:16
Juuh disse...

não conhecia ele, mais o seu blog tá otimo (:

muiito organizado, parabééns! sucesso (:

9 de abril de 2010 17:13
Fernanda Maria disse...

Só posso dizer uma coisa..
B.B King é o cara..é demais incrivel e você..sortudo trabalhar com ele parabens

9 de abril de 2010 17:15
aam-00 disse...

Também nunca o ouvi tocar,
eu gosto do louis armstrong,
está muito massa seu blog conteudo e template.
concordo com o 1º comentário que disse p vc colocar um player, embora fique um pouco mais pasado, fica bacana.

www.sintoonize.com

9 de abril de 2010 17:21
Jean Leal disse...

Simplesmente um Deus na guitarra!
Conheço o trabalho dele e é um dos mais respeitaveis que conheço!
Sem ele o Blues não seria muita coisa.

9 de abril de 2010 17:29
Daniel Silva disse...

fico triste quando vejo e leio comentários do tipo "já ouvi falar, nunca ouvi, que estilo ele toca?". foda.

ter trabalhado com ele deve ter sido demais. eu pagaria pra fazer isso!

abraço

12 de abril de 2010 19:17