2 de dez de 2009

Ah este samba que não pode morrer


Como somos um blog livre de qualquer preconceito e que tem como objetivo abranger todos os estilos musicais dedicaremos este post ao Samba: uma das músicas mais populares do país e que se mantém em alta. Afinal meus amigos, hoje é o dia nacional do samba!


São diversos os estilos, entre eles, o samba de raiz com sua tradição viva e o samba estilizado nas transformações sociais, mas que se constitui num movimento que carrega toda a história do Brasil e a riqueza nas mensagens subliminar, não é a toa que carrega o nome de grandes ícones da música e da cultura brasileira.


O ‘samba’ significa umbigo em quimbundo, língua de Angola, e sua origem é afro-baiano com tempero carioca. O ritmo nasceu da influência musical dos africanos que foram adaptados para a realidade dos escravos brasileiros e, ao longo do tempo, sofreu inúmeras transformações de caráter social, econômico e musical, até chegar às características de hoje.


Aproveitei o domingo (29) para ir ao show do Monarco e me encantei com o chorinho que antecedeu o show principal, logo em seguida chegou o velho Monarco com seus 76 anos de jovialidade. Foi um show de alegria e dança, literalmente!


Mas percebi que há certa limitação para receber novos integrantes em locais mais fechados onde há maior familiarização, isto porque existe maior exigência em relação ao ingresso de pessoas nesta “tribo”, que é: conhecer o samba. Uma vez que tanto o samba canção quanto o samba raiz são pouco conhecidos pelo público jovem de hoje.


Com o surgimento do pagode, que significa reunião de pessoas com uma boa musica, o samba ficou descaracterizado e confundiu-se com outros estilos musicas. E não podemos deixar de citar que há o preconceito das classes mais altas, afinal o samba nasceu da boêmia.


Mas o inegável é que sua ideologia - seja qual for o estilo - é sempre manter uma boa música. O samba carrega de certa forma uma mensagem popular, seja de história, sentimento ou religião (terreiro).

8 comentários:

Deane disse...

Não sou muito fã não, mas confesso que não consigo ficar parada e não dar aquela mexida quando ouço samba.. hehe

3 de dezembro de 2009 11:55
Anônimo disse...

O samba é um ritmo maravilhoso, o verdadeiro samba aquele que agita, anima, adoro samba, salve os sambistas da velha guarda.

BLOGdoRUBINHO
www.blogdorubinho.com.br
www.twitter.com/rubenscorreia

3 de dezembro de 2009 11:56
Marcus disse...

Não gosto muito de samba não, mas é interesante a istoria dele!

3 de dezembro de 2009 13:20
Daniel Silva disse...

Viva o samba. Ontem estive numa roda de samba, muito bom.

Abraço e parabéns pelo ecleticismo nas postagens.

www.esteticamusical.com

3 de dezembro de 2009 13:26
Dual disse...

na boa mano..a gente deve tudo ao samba..
o rock..axé..rap nacional..todos os estilos que são tocados nacionalmente vieram do samba..
os caras eram fodas..demonios da garoa..monarco como vc bem citou ai no post..cartola então nem se fala..enfim..pra quem quiser uma dica é o cd do luiz melodia de sambas..foi o ultimo que ele fez..axo que é ao vivo mtv..fikou fodastico..só sambão das antigas..
é isso..abraçoo! e tamo junto
www.cenaunder.com

3 de dezembro de 2009 16:34
Publicidade Esportiva disse...

O Samba é um dos ritimos mais importantes do Brasil e sua história deve ser respeitada...

Abraçossssssss

3 de dezembro de 2009 16:50
Neuro-Musical disse...

Amo samba e gostaria que todos gostassem também, porque assim como outros estilos, o samba é único e exclusivamente do Brasil!

http://cerebro-musical.blogspot.com

http://twitter.com/felipe_damasio

http://twitter.com/cerebromusical

3 de dezembro de 2009 17:12
Garota em Apuros disse...

Eu adoro samba!!! Especialmente para dançar!!! Não acho que esse não seja um ritmo querido pelos jovens. Depende da cidade, e da tradição que o samba tem nela!!!

Se tiver um tempinho, dá uma olhada no meu blog. Ele conta as aventuras de uma garota tentando sobreviver a essa droga de adolescência.
http://diariodeumagarotaemapuros.blogspot.com/

3 de dezembro de 2009 18:12