27 de mai de 2010

Cenozóica – O Beatle esquecido

A Cenozóica desta semana apresenta a história de um cara que podia ter entrado para a história da música. Pete Best era o primeiro baterista dos Beatles, mas o seu jeito de ser acabou sendo o motivo de sua “expulsão” da banda.

Best foi despedido pelo empresário dos Beatles, Brian Epstein. A razão foi que George Martin, produtor do grupo, estava insatisfeito com o modo dele tocar bateria. Primeiro, Martin o substituiu por um baterista de estúdio na primeira sessão para a gravação da música "Love Me Do". Pete Best chegou a gravar com os Beatles uma versão de "Love Me Do" que foi lançada no álbum “Anthology”, assim como participou das gravações feitas que também estão no álbum "Anthology 1".

A decisão parece um final lógico da falta de compromisso de Best com o grupo. Enquanto John Lennon, Paul McCartney e George Harrison ficavam juntos depois dos ensaios, Best geralmente saía sozinho. Eles mantinham uma estreita relação com Ringo Starr, que chegou a substituir Best em alguns shows. Além disso, Best ficava de fora das muitas experiências do grupo, tanto no sentido de humor como no estilo. Por exemplo, quando John, Paul e George adotaram o corte de cabelo que seria característico do grupo, Best não o fez.

Quando souberam da notícia da “substituição” de Best, muitos fãs dos Beatles ficaram revoltados, um deles chegou a dar um soco no olho de George Harrison. Muitas fãs consideravam Best o mais bonito do grupo e durante certo tempo protestaram nos shows gritando: "Pete forever, Ringo never”.

Em 1988, Spencer Leight escreveu um livro sobre o fato: Pete Best: Drummed Out: The Sacking of Pete Best. Leight sustenta que sua expulsão seria devido a ciúmes, principalmente de Paul McCartney. Segundo o autor, a revista Mersey Beat relatou: “Quando John, Paul e George entravam no palco o público aplaudia mas quando Pete entrava, o público ia à loucura. As garotas gritavam”.

Após a saída dos Beatles, Best tentou voltar ao cenário musical com a banda Pete Best & the All Stars que se tornou um fracasso. Em 1965, Best teria tentado cometer suicídio inalando gás. Ele também teria tentado entrar na justiça por uma declaração de Ringo à Playboy alegando que ele teria sido mandado embora do Beatles por uso de drogas.

Após isso, Pete Best resolveu largar o show business e após anos sem estar no meio musical, inclusive trabalhando como padeiro, ele reapareceu no final dos anos 70 dando entrevistas, escrevendo e servindo de conselheiro em um programa de TV sobre os Beatles. Atualmente está acompanhando a banda cover argentina The Beats em suas turnês

15 comentários:

Erzsébet disse...

Em um documentário sobre os Beatles (Anthology), com a história deles narrada por eles mesmos, eles disseram que Best saiu pq ele não tinha compromisso com a banda, o próprio Ringo já o havia substituído em shows e foi escolhido pelos outros por já, de certa forma, fazer parte da banda. Não sei a verdade, cada um tem sua versão, mas de fato muito bom o post!

24 de maio de 2010 14:43
O Judeu Ateu disse...

Realmente deve ser dificl sair de uma banda que um dia seria mas famosa que jesus. Acho que não podemos culpar o cara por tentar suicido.

24 de maio de 2010 15:08
Data Clipe! por Conrado Cooper disse...

gente que legal, adoro esse tipo de curiosidades, coitado né!? por muito pouco não seria hoje em dia uma pessoa celebre, e acabou ate trabalhando de padeiro =/
coisas da vida...

24 de maio de 2010 16:17
caarol ferreira yohana yoshitake disse...

adorei o post! *o*
estou te seguindo ok?
me segue tb? *--*

24 de maio de 2010 17:11
Karla Hack disse...

Ele foi um quase ícone musical... Devia estar odiando ter agido como agiu!
Já tinha ouvido falar desta história, mas não conhecia os detalhes... Bem interessante...
E, de fato, ele era mais bonito que os integrantes dos The Beatles...
But, Who cares?

hehehe

;D

24 de maio de 2010 17:41
L.aiila Hyses disse...

haa que sacanageem, por ciuminho tiraram o cara? bom pra mim nao tem muita diferença eu nunca gostei muito do Beatles =/ meu pai que ama mas em fim. agora pro Pete só resta se arrepender!

24 de maio de 2010 17:53
adriano disse...

dos beatles dos 4 primeiros discos eu teria saido também...

24 de maio de 2010 18:04
Daniel Silva disse...

imagino quanto esse cara aí se arrependeu pelo resto da vida, hein. vai ver ele não sabia o que se tornaria..

abraço

25 de maio de 2010 00:36
jaka disse...

taí alguem que pode ter tido uma auto estima abalada.. hahah

25 de maio de 2010 01:23
MR disse...

Gostei do post!!
Não consigo imaginar o q passa na cabeça de alguém q sai de uma banda e não participa do sucesso dela depois... Assim como alguns artistas que se recusam a gravar certas músicas e aí outro cantor grava e vira um grande sucesso!

25 de maio de 2010 08:24
James Rocha disse...

Muito bom o post, juro que não sabia nem quem era esse Best,

parabéns pelo blog.



questaoderaciocinio.blogspot.com

25 de maio de 2010 09:34
Luiz Brisa disse...

neh o cara foi eskecido mow errado

http://vagalnerdkawai.blogspot.com/

25 de maio de 2010 09:37
anninha disse...

;D

25 de maio de 2010 09:50
Manoel Ortega disse...

Poxa, isso é chato... De um original, terminar sendo cover da sua própria banda.

Bom... só posso dizer que foi EPIC FAIL!

25 de maio de 2010 10:30
Rodrigo Ferreira disse...

Gostei muito do post
Adorei seu blog
me visite

me siga a que se te seguirei tbm

25 de maio de 2010 10:40