23 de abr de 2010

Documentário Utopia e Barbárie de Silvio Tendler reconta a dura história


Os interessados em história terão a oportunidade de assistir ao lançamento do documentário “Utopia e Barbárie” do grande Silvio Tendler que traz os conflitos vividos por uma geração de revolucionários e reconta a história de massacres de massas ocorridos em episódios polêmicos pós-Segunda Guerra Mundial.


Temas como a guerra do Vietnã, a queda do muro de Berlim e a disseminação da globalização e neoliberalismo e revoluções de esquerda da contracultura, as ditaduras latino-americanas,as guerras de independência na Ásia e África, estão como livros abertos nos depoimentos e imagens do documentário.


Tendler capricha nos seus arquivos de entrevistados, foram 19 anos de pesquisa e 15 países visitados.O resultado foi enriquecedor, graças aos depoimentos com personalidades como o escritor Eduardo Galeano, os cineastas Denys Arcand, Gillo Pontecorvo e Amos Gitai, o poeta Amir Haddad, o dramaturgo Augusto Boal e os cineastas Denys Arcand, Gillo Pontecorvo e Amos Gitai.Não podemos esquecer que até a aspirante a “presidência”, Dilma Roussef deixa sua marca no longa-metragem.

Com duas horas de duração, Tendler teve a difícil tarefa de editar e cortar partes
do filme, mas conseguiu torná-lo uma obra prima por sua riqueza de conteúdo.
Para Tendler o filme é uma busca do presente nas utopias passadas, com o testemunho
de quem viveu a história, junto à intensidade que o diretor buscou, fazendo com que
haja profundidade, emoção e vivencias históricas jamais sentidas pela nova geração.

O lançamento acontece nesta sexta, 23, em oito estados, são eles: São Paulo,
Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais, Pernambuco, Bahia e Ceará.

Vale a pena conferir!

7 comentários:

Arash Gitzcam disse...

Cultura inútil travestida de algo q seja algo como tido como algo tipo... útil?

23 de abril de 2010 17:36
Antoniok2k disse...

Com certeza eu vou ser aprovado em história se eu der esse documentário para meu professor!

23 de abril de 2010 17:52
Fernando disse...

Documentários são sempre enriquecedores. Utopia e Barbárie traz muito mais riqueza!

abs,
seuanonimo.blogspot.com

23 de abril de 2010 17:53
Felipe Gozijo disse...

Sinceramente não tinha ouvido falar nesse documentário, acho que muitas pessoas nem gostam de documentários pelo volume de comentários rsrsrsrsrs

Uau, estou quase rimando. Bom, vamos ao que interessa, eu não sou muito de história, mas sempre gostei de guerras e coisa e tal.

Acho que é um tema válido, quem sabe vale eu dar uma espiadinha, mas só quando sair em DVD, não pagaria pra ver isso no cinema.

Torno a repetir, acho que documentários não é algo interessante a tal ponto. Alguns, talvez. Mas poucos.

23 de abril de 2010 17:54
Michel Carvalho disse...

Parece interessante, pena que é difícil de ser exibido aqui em Santos(SP)

23 de abril de 2010 18:04
Studio B Online disse...

Realmente, eu pessoalmente não tinha ouvido falar mas aborda grande assunto parabéns, até mais.

23 de abril de 2010 18:05
Luiz Reis disse...

Adoro Documentários e valeu a super dica!

23 de abril de 2010 18:07