22 de abr de 2010

Ah! Este Fabuloso Destino de Amélie Poulain

O fabuloso Destino de Amélie Poulain vem para tornar tudo possível, com pitadas de amores e relacionamento humano tratados com muita criatividade e bom humor, num mundo próprio de Amélie, cheio de fantasias. O filme é sem dúvida inovador no quesito “cinematografia francesa”, um roteiro bem elaborado, fotografia belíssima e amarelada - o melhor estilo francês – além de cores vivas, e figurinos criativo.

Ao assistir à película, dirigida por Jean-Pierre Jeunet, fica fácil se apaixonar pela doce menina que viveu durante anos isolada do mundo, mas que cresceu com uma necessidade humana de fazer parte do mundo real. O interessante da história é que a personagem nos traz sonhos e curiosidades de uma infância colorida e com muita imaginação. O que torna o filme muito bom!

Sua primeira descoberta muda toda uma visão do mundo, logo no início Poulain tenta desvendar de quem é a caixinha escondida em seu banheiro. Ao descobrir o dono, sem ser vista ela entrega a caixa cheia de lembranças e, escondida, analisa a emoção e o impacto que gerou naquele homem ao reencontrá-la. É ali que Amélie começa sua intensa busca de emocionar a todos.

Desde o início, o espectador acompanha Poulain de forma íntima e se deixa envolver pelo jogo de relacionamentos que começa com a aproximação dela com seu velho vizinho e a descoberta de seu primeiro amor numa estação de trem. A parte mais divertida é a correria que ela faz na tentativa de tornar sua imaginação uma realidade.

Assim que conhece o personagem Nino, depois dele ter esquecido um álbum com fotos de diversas pessoas desconhecidas que fotografavam nas cabines das estações de trens, Amélie se deixa envolver pela curiosidade. É a atitude estranha dele, de colecionar imagens de anônimos, que fascina a personagem. É ai que se da à ação do filme na sua busca cheia de emoção, descobertas, reaproximação e filantropias, tudo para reencontrá-lo e reencontrar a si mesmo.

Diversos personagens atraem e divertem o espectador, como a divertida e hipocondríaca Georgette, todos devidamente apresentados pelo narrador.

Não posso esquecer de citar uma das trilhas do filme, todas elas criadas pelo espetacular Yann Tiersen, mas é J'Y Suis Jamais Allé, que ao meu ver, casa perfeitamente com a narrativa, vale ouvi-la.

A película é excelente e foi reconhecida mundialmente. Foram cinco indicações ao Oscar, e muitos outros prêmios, além do mundo ter tido a oportunidade de conhecer a incrível atriz Audrey Tautou.

Assista o trailer e se apaixone pelo envolvente mundo mágico de Amélie Poulain


17 comentários:

Laura Ribeiro disse...

Adorei a descrição do filme, pareceu-me bastante interessante! O trailer completou e sanou qualquer dúvida que pudesse existir quanto á qualidade. Ótima postagem!

22 de abril de 2010 10:19
Vestibulando disse...

Realmente este filme será inédito em qual momento, em qualquer ano que se passe. Tem conteúdo poético, humano tão necessário para qualquer momento da nossa vida. É ótimo para simplificar.

Parabéns pelo blog
Visite
www.blog.maisestudo.com.br
Abs
MaisEstudo

22 de abril de 2010 10:22
Macaco Pipi disse...

NA BOA
ESSE FILME É FODA!

22 de abril de 2010 10:23
30 e poucos anos. disse...

Não curto muito filme fora do circuito Hollywood mas este me parece ser interessante

22 de abril de 2010 10:27
Luan Silva disse...

Sem duvidas será um belo filme, só pela descrição se percebe que é um filme com roteiro renovado, assim como foi alguns filmes nesses ultimos anos.. Tem data de estreia ? mUITO BOM O POST

22 de abril de 2010 10:28
Fernando disse...

É ótimo esse filme!
Recomendo a todos.

ótima postagem! ótima escolha!

Abs,
seuanonimo.blogspot.com

22 de abril de 2010 11:12
Andressa M disse...

Eu adoro essa atriz! Ouvi falar sobre este filme e com certeza quero assistir. Adorei teu texto e me interessei mais ainda no filme! :)

22 de abril de 2010 11:35
Daniel Silva disse...

nunca vi. acredita? sei lá, nunca me interessei.

abraço

22 de abril de 2010 11:36
Lenivaldo Silva disse...

Eu gosto de filmes assim cara. E o fato de Nno ser um colecionador de foto de estranhos me deixou com mais curiosidade ainda. Pena que meu bairro esteja sem locadora no momento.. Mas assim que eu pudder, vou ver esse filme.
Abração

22 de abril de 2010 11:50
Raphael disse...

Eu vi esse filme com minha namorada, ela adorou, mas sinceridade, eu não gostei muito não =[

22 de abril de 2010 12:03
Clenes Guerreiro disse...

Filme que tive de assistir por causa da facul de Teatro. Maas recomendo sim!

http://acolarte.blogspot.com

22 de abril de 2010 12:11
Art =] disse...

muito bom texto
eu sempre tive vontade de ver o destino...mas nunca consegui =/
enfim..parabens =D

22 de abril de 2010 12:13
Felipe Gozijo disse...

Mais um ótimo texto seu. Vejo que tem mais pessoas escrevendo sobre cinema agora, escrevendo decentemente, é isso que eu quero dizer.

É interessante, pois tu costumas falar demais dos filmes mais antigos e muito pouco das atualidades, sinto falta disso. Os textos são ótimos, devia tentar.

A propósito Amelie Poulain é uma obra prima do diretor, um dos poucos filmes feitos por ele que são bons. E Audrey Tautou, como Coco Chanel, conseguiu superar o papel dela como Amelie. Chegaste a ver?

Bom, vou dar duas indicações de filmes que eu assisti ainda essa semana e gostei bastante, um é Coração Louco e o outro é Chico Xavier. Quem sabe um espaço para filmes nacionais, hein?

Abraços e continue assim. Seguirei lendo e comentando sempre que sentir falta de algo.

22 de abril de 2010 12:50
mari disse...

Adorei a descrição do filme

22 de abril de 2010 13:35
Pensamentos de uma mente cor-de-rosa disse...

mtt boa a descrição do filme..assumo q n tenho mtt paciencia pra esse estilo de filme mas conseguiu por d um jeito bem interessante.. parabénss

22 de abril de 2010 13:38
Clarissa Madalozzo disse...

Para FELIPE GOZIJO

Gosto muito dos teus comentários e agradeço sua participação! Sobre as tuas ideias, as achei ótimas!

A próxima postagem será sobre um filme brasileiro e tentarei inovar nos filmes mais atuais, mas confesso que adoro os clássicos.

Estou louca pra ver Chico Xavier, já que tu gostou, e me parece que temos gostos parecidos, acredito que eu vá gostar também.

Beijos e obrigada pelas dicas!

22 de abril de 2010 15:26
Dani e Nildo disse...

Gostei da descrição, mto legal o trailer tb.

E eu, novamente nesse blog show :)



www.nildoedani.blogspot.com

23 de abril de 2010 17:39