9 de mar de 2010

Soap Opera Show - Quem matou meu personagem?

O assunto do capítulo de hoje é crime!

Brincar com a curiosidade do público é uma coisa que os autores adoram fazer. Afinal, quem consegue resistir a uma boa trama policial? Mas não pense que essa é uma exclusividade de nossos tempos, onde Jack Bauer e Lost nos prendem na frente da TV. É uma história bem antiga por sinal.

Uma das primeiras novelas a matar um personagem e despertar a pergunta “Quem matou Fulano de Tal”, foi “O Astro” de 1977. Janete Clair fez todo o Brasil querer saber quem foi o assassino de Salomão Ayala. Um rico empresário que foi morto por um viciado em drogas, com a ajuda da própria mulher e de um cabeleireiro. Exatamente a mesma história de um crime da época que Janete leu nos jornais, segundo a própria.

De lá pra cá, foram muitos os mortos que causaram suspense nacional. Odete Roitman (Vale Tudo, 1988) que o diga. Na época do crime da matriarca Roitman havia no Brasil até um bolão para adivinhar quem era o assassino, tamanho o sucesso.

Entretanto, depois de um tempo, e com os crimes cada vez mais comuns no Brasil, perdeu a graça um único assassinato. Foi então que, em 1995, a “Próxima Vítima” apareceu com uma nova modalidade: assassinatos em série.

Um carro preto percorria as ruas de São Paulo para matar suas vítimas. O que deu um suspense ainda maior. Cada vez que se pensava que um personagem era suspeito, pimba, ele morria. Silvio de Abreu de um nó na cabeça de todo o público. Mas Gilberto Braga é o campeão quando o assunto é “Quem matou”. Toda novela dele tem um crime que só é desvendado no último capítulo. Quem matou Taís Grimaldi, a gêmea ruim de Paraíso Tropical, ou quem matou Lineu Vasconcelos (Celebridade), são assassinatos dele.

Mas, fica a pergunta: até quando essa história vai colar?

Até quando as pessoas quiserem. Se o crime não dá certo, e esse não vira o foco principal da novela, sempre vai haver um bom culpado para ser o autor do crime: o vilão!
Se a novela corre bem, o assassino será alguém que ninguém suspeitava. Odete Roitman, por exemplo, foi morta por engano e não por que era má. Mas se algo desmorona e o crime vira a palhaçada da novela, existe um personagem com as costas largas que poderá carregar mais este crime.

Foi o caso de Lineu em Celebridade, ninguém deu muita bola para o assassinato do personagem, logo, a culpada foi Laura Prudente da Costa, a diabólica vilã da novela.



Daí quando o autor for ao Faustão falar sobre a novela, ele vai justificar “A vilã era maluca e sempre pensou neste crime”. E os atores vão dizer, “Eu não sabia que era a assassina, fiquei sabendo no dia da gravação, foi uma surpresa”.

E assim será até chegar a próxima trama.

19 comentários:

JuANiTo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
30 e poucos anos. disse...

O público está sempre se renovando e por isso que as velhas fórmulas se mantem

9 de março de 2010 12:27
Betty Gaeta disse...

Para falar a verdade, eu não assisto muito TV aberta, só um pouquinho da fechada, mas tudo dá no mesmo, é sempre a mesma coisa.

9 de março de 2010 14:25
Lucas Dinizz disse...

Adoro quando novela fica assim sabe? Tem uma novela que eu não me lembro o nome (rs) que ficou um tempão tentando achar o assassino de uma mulher, hahaha, fiquei vidrado na tv por muito tempo, ótimo pst

9 de março de 2010 14:36
FabioZen disse...

Eu assisti O Astro e garanto que o país inteiro se mobilizou querendo saber quem matou o Salomão.No fim era o cabeleireiro interpretado pelo Edwin Luisi que era amante da esposa do empresário que deu uma paulada no coitado.

9 de março de 2010 15:10
L.aiila Hyses disse...

de todas eu só vi celebridade e confesso que fiquei ficiada na novela kkk's e vou um pouco previsiverl o final , so que eu lembro que o autor tinha dito que ia ser uma pessoa quen inguem ia pensar nela e no fim foi a mas provavel de todas u.u'

9 de março de 2010 15:59
Drake on Ice disse...

sempre é assim mesmo
mais brasileiro gosta de bicar a vida alheia, ai isso faz sucesso
fora que as geracoes vao se passando e mais gente fica esperando pra ver a morte dos outros

9 de março de 2010 16:45
Macaco Pipi disse...

aff
nem gosto dessas coiisas

9 de março de 2010 17:20
B. disse...

Normalmente eu sempre detesto finais de novelas, principalmente assim.. o assassino é sempre o vilão!
Axo mó paia.. deveria ser alguem que nem imaginamos sei lá.. eu ainda vou escrever uma novela que o final seja massa HAHAHAHAHA

De todas eu ainda gostei do final de A escrava Isaura. que foi levada pelo tema "Quem matou Leoncio" axei bacaninha ^^)

9 de março de 2010 17:21
Siegrfried disse...

Eu é que matei o cara ;D
Essa novela foi uma das melhores.
Teu Podcast tá legal, gostei do post também!

9 de março de 2010 18:21
Wander Veroni disse...

A última novela que tentei acompanhar e que tinha um assassino em série foi "Poder Paralelo", da Record, inspirado no livro "Honra ou Vendetta", de Silvio Lancelloti. O final foi surpreendente e, pelo menos para mim, foi super coerente com a trama da novela. A pergunta não era quem matou, mas sim quem matava?

Abraço,

http://cafecomnoticias.blogspot.com

9 de março de 2010 18:58
Jessica Pagliai disse...

ADOROO o suspense que tanto as series quanto as novelas trazem. A unica coisa que não gostei em Celebridades foi o facto da vilã alem de matar todo mundo, era a unica quase a fazer "maldades". Ahm, uma serie que sou apaixonada é "Criminal Minds" dos serial killers da vida real transformados em ficção.

Adorei o Post, parabens.

Beijinhos

---
www.jehjeh.com

9 de março de 2010 20:10
¤~Wake up and Dream~¤ disse...

To esperando a história em que a mocinha se revela e é desmascarada como assassina!! XD

9 de março de 2010 22:58
Guilherme Bayara disse...

Nem assisto TV aberta

9 de março de 2010 23:12
Francorebel disse...

Não assisto novela. Ótimo post, valeu!

10 de março de 2010 09:46
♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

Como ultimamente as novelas tem seguido uma linha grossa de "obviedades", dexei de assisti-las. No final é sempre o vilãoZÃO o assassino, e por um motivo sem sentido - apesar de todos os motivos para uma assassinato serem sem sentido para humanos puritanos.-No fim das contas, fiquei com séries de suspense, sobrenatural e animes... Aumenos eu ainda consigo me surpriender com o erredo.

10 de março de 2010 12:39
Vicky! disse...

Pois é, quem matou lineu? nao acredito que foi a laura, seria muito obvio, rs!

10 de março de 2010 12:48
Pobre esponja disse...

O da Odete marcou época. Apesar de detestar esse atrofiador de imaginação chamado novela televisiva (pois as literárias são boas), quando era criança assistia um pouco e lembro que era legalzinha...

abç
Pobre Esponja

10 de março de 2010 14:20
Fábio Flora disse...

Histórias como "Vale tudo" e "A próxima vítima", bem escritas, sempre vão colar. Abraços e sucesso com o blog!

11 de março de 2010 09:02