23 de mar de 2010

Stage dive e Iggy Pop, uma combinação que não dá mais certo

Todo mundo já deve ter ouvido falar naquele conhecido stage dive ou mosh, certo? O ato do cantor pular do palco para a plateia, algo que com o tempo ficou tão comum quanto tocar Smoke on the Water.

De um tempo pra cá, até que tem ficado difícil ver músicos praticando isso, porque até mesmo os que caem da platéia sem-querer, vide Dinho Ouropreto e Caetano Veloso, não são agarrados pela plateia.

Bom, se nem as bandas mais jovens fazem isso, porque o Iggy Pop com seus 62 anos, faria? O cara já tá velho, com as juntas perigosamente frouxas, por mais bem cuidado que ele seja, as coisas envelhecem com o tempo.

Pois então, não é que o cara me inventa de pular do palco? E adivinhem, ele não foi carregado e caiu direto no chão. Foi nessas aí que o cara me afirma que tá na hora de parar com o stage dive.

Poxa, acorda Iggy, tu não tem mais idade pra isso, deixa para as bandinhas de agora, que nao tem coragem suficiente pra fazer uma coisa dessas.

Bom, apesar dele ter dito que doeu muito, que ele se machucou, o cara ainda acha que os espectadores não o seguraram pelo fato de não esperarem que ele saltasse, mas... será?




3 comentários:

Raul disse...

O nome desse ato na verdade é stage dive. Mosh é aquele empurra empurra visto em show de hardcore/punk/thrash por ai (também conhedi como "roda")

25 de março de 2010 15:57
Raul disse...

O nome desse ato na verdade é stage dive. Mosh é aquele empurra empurra visto em show de hardcore/punk/thrash por ai (também conhedi como "roda")

25 de março de 2010 15:57
Raul disse...

* conhedi = conhecido

25 de março de 2010 16:05