7 de jul de 2009

Das Antigas - Stone Temple Pilots

Assistindo a MTV a alguns anos atrás, eu me deparei com essa banda... O estilo alternativo e a voz envolvente do vocalista me chamaram a atenção, mas como eu tenho um sério problema de perda de memória recente, eu esqueci do nome da banda... (Que bom não?!)
Ano passado o meu irmão veio me falando sobre uma banda que queria que eu escutasse, que era muito foda e blá blá blá mas eu nem me importei muito, já que o meu irmão normalmente só fala besteira (É sério! Ele é um idiota!). Quando eu começo a escutar a tal banda, meu olhos brilham de emoção em saber que pelo menos uma vez na vida ele gostou da mesma banda que eu, e princilpamente por ser a banda que eu tanto tinha batido a cabeça pra lembrar o nome.
Então eu venho aqui apresentar, ou talvez só relembrar quem já conhece essa banda que eu adoro!

Tudo começou com o vocalista Scott Weiland, que em 1991 tinha uma banda de rock chamada Mighty Joe Young. O fim desse grupo e a saída dos integrantes fizeram com que Scoot montasse o Stone Temple Pilots, em 1992. O primeiro CD da banda, integrada por Scott Weiland (vocais), Robert DeLeo (baixo), Dean DeLeo (guitarra) e Eric Kretz (bateria) foi lançado no mesmo ano: “Core”, que foi um sucesso, com mais de 7 milhões de cópias. Criticados no início da carreira por fazer um som que muitos consideravam uma mistura de Alice in Chains com Pearl Jeam, mas ganharam repeito com o premio da MTV pelo clipe da música "Plush”.

Em 1993, a banda gravou um acústico para a MTV e, em 1994, lançou o segundo CD, “Purple”, que mais uma vez foi um sucesso, com mais de 5 milhões de cópias vendidas. Já consagrada como uma das principais bandas de hard core, o terceiro trabalho do Stone Temple Pilots chegou em 1996 com o título “Tiny Music...Songs from Vatican Giftshop”. No meio da turnê, o vocalista Scott teve sérios problemas com drogas e a banda foi obrigada a cancelar as apresentações.

As músicas desse CD mostravam claramente a situação vivida pelo grupo. Em “Tumble In the Rough”, um dos versos diz: “Eu estou procurando por uma nova meditação, ainda procurando uma nova maneira para voar, e não uma nova maneira de morrer”.

Depois desse trabalho, a banda gravou discos separadamente. Os outros integrantes chamaram o ex-vocalista do Ten Inch Men, Dave Coutts, e montaram um novo grupo chamado “Talk Show”. Em 1999, a banda se reuniu novamente e lançou “No. 4”, mas logo depois Scott teve mais problemas com drogas, foi preso por porte de heroína e o Stone Temple Pilots teve que parar novamente.

Em 2001, com Scott livre, a banda lançou “Shangri La Dee Da”, com composições que agradaram quase todos os públicos, voltando a fazer sucesso em todo o mundo. A coletânea “Thank You” foi lançada em 2003 com os principais hits dos discos anteriores, principalmente do CD “Core”, que conta com 4 faixas, entre elas”Wicked Garden”, “Creep”, “Push” e “Sex Type Thing”.

Os infinitos problemas de Scott com as drogas drogas fizeram com que a banda terminasse. Após o fim em 2003, Scott se tornou vocalista do Velvet Revolver, com os antigos membros do Guns N' Roses, e os outros membros seguiram em caminhos diferentes.

A banda se reuniu em 2008 após Scott sair do Velvet Revolver, iniciando sua turnê no festival Rock on the Range em Columbus, Ohio, e planeja começar a gravação de seu sexto álbum de estúdio em novembro.



Espero que gostem! E até semana que vem!
Jugs

8 comentários:

30 e poucos anos. disse...

acompanho desde 93 qdo gravou o acustico para a MTV...Tenho todos os cd´s ... excelente banda

7 de julho de 2009 11:44
Saci Pirata disse...

Pô legal, eu nunca ouvi na verdade, mas gostei do vídeo!
Abração do Saci :D

7 de julho de 2009 23:27
Michell Niero disse...

Acho que a gente começa a ficar velho quando uma banda da contemporânea a vc começa a ser vista como "das antigas". Gosto bastante do trabalho deles. Começaram naquela onda grunge e depois sofisticaram um pouco o som. Pena que a mente perturbada do Scott Weilland não trouxe vida longa à banda.

Um abraço

7 de julho de 2009 23:37
Dani Uzeda disse...

Claro que gosto, e conhecia! talvez seja a idade... parece q o povo mais novo nao se interessa por bandas antigas, nem q sejam ate mais recntes. Eu tenho 36, e curto desde led zeppelin, eric clapton, johnny winter, Jerry lee lewis e porraih vai... mesmo q eu nao tenha pego os aureos tempos dele. E daí vou sempre me atualizando. mas eu realmente curto mto musica, entao, nao fico só com o que tá na moda, apesar de tb gostar.

Bjus

7 de julho de 2009 23:42
Tchezar disse...

Stone Temple Pilots!!
Uma das minhas bandas favoritas! Nunca me esqueço quando o clip de "Big Bang Baby" foi lançado na MTV em mil novecentos e não lembro quanto... Depois disso comecei a procurar mais coisas sobre a banda e viciei na banda. Até hoje eu ouço, claro que com menor frequencia, mas é uma banda que sempre entra no meu playlist!

8 de julho de 2009 14:38
Pati disse...

Eu escutava beeem, beeem antes.
Mas ainda ouço alguma coisas..


Críticas de cinema, www.cafedefita.blogspot.com =*

8 de julho de 2009 20:27
Diego Janjão disse...

Novo herói do 5 minutos eu gostei...

nunca tinha ouvido falar...

9 de julho de 2009 17:30
Pobre esponja disse...

Adoro Stone, principalmente o pandeirista, o Keith Richards.

abç
pbns pelo blog
Pobre esponja

10 de julho de 2009 15:25