24 de jun de 2009

40 anos de Woodstock

"Eu sou grato por ter feito parte disso tudo. Woodstock mudou a minha vida de uma maneira misteriosa, como talvez tenha me feito uma pessoa menos cínica a respeito da capacidade que o ser humano tem de convivem em paz uns com os outros".Quem diz isso é Jay Goyette, que mora em West Simsbury, Connecticut. Aos 20 anos de idade, presenciou o maior encontro da música já visto até então: Woodstock.

Nesse ano, são comemorados os 40 anos do festival. A partir do dia 3 de julho, inclusive, um museu nos Estados Unidos reunirá itens e histórias do lendário final de semana de 1969. Será exposto, também, o projeto original do festival.

Em nome do quadragésimo aniversário do festival, tive a oportunidade de entrevistar algumas das pessoas que estiveram em Woodstock em 1969. Para conferir, clique no link abaixo.

Entrevista Woodstock
Entrevista feita por Carolina Petry Matzenbacher.

15 comentários:

Erica disse...

Não entendi muito
mas bacana....

24 de junho de 2009 23:40
Ana Paula Moreira disse...

Muito bacana a entrevista. Realmente o Festival de Woodstock foi um marco para o rock e para as pessoas da época. Muito bom o post.

24 de junho de 2009 23:43
Bruna Cabral disse...

Imagina a honra de poder dizer:
"eu participei do Woodstock"?
deve ser demais!
*______*

Beijos!

=)

24 de junho de 2009 23:50
Diogenes M. disse...

Huhahauau adorei; Saber disto só amplia o conhecimento de todos.o seu blog é interessante!

24 de junho de 2009 23:59
diegudinho disse...

Foi mal cara, não sabia que tua net era lenta! Tu escreve também? :O Mostra um qualquer hora.
Vou caprichar no próximo!

Nossa, já 40 anos? :O
Tenho que dormir, a gente se fala :3

25 de junho de 2009 00:10
Celebrity Poke! disse...

Antes o pessoal sabia se divertir ahahhia

abrç

www.celebritypoke.blogspot.com

25 de junho de 2009 08:24
menumulher disse...

Deve ter sido uma experiência e tanto presenciar um dos mais importantes festivais de rock de todos os tempos. Eu como bom fã de rock que sou gostaria muito de ter vivido essa experiência.

Aguardo sua visita:
http://menumulher.wordpress.com/2009/06/25/124/

25 de junho de 2009 15:16
Pobre esponja disse...

Gosto do Wood, mas prefiro o Snoopy.

abç
Pobre Esponja

25 de junho de 2009 15:31
30 e poucos anos. disse...

As bandas q participaram realmente são excelentes...mas q houve muita baderna houve sim...muita droga, sexo e bebidas.

25 de junho de 2009 15:33
blog disse...

A mais importante manifestação roqueira da história, possivelmente, depois, claro, do festival na ilha de Whight.

Ipsis

25 de junho de 2009 15:47
Breno disse...

Não peguei essa época. Mas creio que, enquanto toda ideologia de massa, deve ter sido provida de alguma significação.

25 de junho de 2009 16:57
Bananada é 10 disse...

excelente entrevista

curtie muito


http://bananadae10.blogspot.com/

25 de junho de 2009 17:04
Marcus Duarte disse...

e TEM GENTE QUE DIZ QUE O ROCK MORREU.


VIDA ETERNA AO ROCK!!!

25 de junho de 2009 17:07
Marcelo A. disse...

Caraca, testemunhas oculares da história! Imagina, gente que viu Santana, Janis Joplin, The Who...? Fico até arrepiado! E Joe Cocker? Daria tudo pra ver o cara matando a pau com A LITTLE HELP FROM MY FRIENDS... Adoro Beatles, mas pra mim, essa é a versão definitiva!

Inveja... Quem dera ser alguns anos mais velho (e ter nascido na América, claro!)... Uahahahahahaaa!!!

Cara, impressionado com seu blog. Tem tempo que não passo por aqui. Pô, coisa de profissional!

Parabéns mesmo!

Apareça no "Diz"!

www.marcelo-antunes.blogspot.com

Abração e sucesso!

28 de junho de 2009 10:53
Wander Veroni disse...

Puxa vida! Esse é o tipo de evento musical que marca para sempre as próximas gerações. Adorei a pauta!

Abraço

28 de junho de 2009 13:10